Conhece-te a ti mesmo... se puderes.
Quarta-feira, 11 de Maio de 2016
Esperança, para quê?

Não nos servirá para nada.

NASA anuncia a descoberta da maior colecção de exoplanetas de sempre

A agência espacial norte-americana anunciou esta terça-feira a detecção de 1284 novos planetas noutros sistemas solares pelo telescópio espacial Kepler.

 
Ilustração que representa os diversos mundos descobertos noutros sistemas solares pelo telescópio espacial Kepler NASA/W. STENZEL

A agência espacial norte-americana NASA anunciou esta terça-feira que a missão do telescópio espacial Kepler conseguiu descobrir a maior colecção de planetas de sempre. No total, são 1284 novos planetas noutros sistemas solares (exoplanetas), o que significa o dobro dos planetas que já tinham sido confirmados por este telescópio. “Esta descoberta dá-nos a esperança de que, nalgum sítio ao redor de uma estrela semelhante ao nosso Sol, acabaremos por descobrir um planeta como a Terra”, refere Ellen Stofan, cientista da NASA, em comunicado da agência espacial.



publicado por pimentaeouro às 11:06
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De redonda a 11 de Maio de 2016 às 22:24
Mas poderá servir para os bisnetos dos nossos bisnetos :)


De pimentaeouro a 12 de Maio de 2016 às 12:03
As distancias no Universo são tão incomensuráveis que a humanidade nunca terá tecnologia para chegar a outros planetas muito mais «perto» de nós.
O mesmo é válido para eventuais seres inteligentes de outros planetas, facto muito pouco referido.
Resumindo, viagens interplanetárias não passam de ficção.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
posts recentes

Zorba, o louco #2

Zorba, o louco #1

Os pastorinhos e a dança ...

Fernão Mendes Pinto

Legionella

Férias do senhor Hulot #2

Férias do senhor Hulot

Um lugar perigoso

O canto e as armas

Mesquita de Cordova

arquivos
tags

???

ambição

amizade

amor

animais

antropologia

armas

arquitectura

arte

arte biografias

astronomia

ballet

biografias

biologia

blogues

café curto

carttons

ciência

cinema

civilização

clima

comunicação social

corrupção

criminosos

crise financeira

demagogia

demência

demografia

descobrimentos

desemprego

destino

diversos

doenças

dor

economia

eleiçoes

ensaio

ensino

escravatura

escultura

estado

estupidez

eternidade

ética

eu

eutanásia

evolução

família

férias

filosofia

futebol

genocídio

governo

greves

guerra

história

inquisição

internacional

justiça

literatura

livros

memória

miséria

morte

mulher

mulheres célebres

musica

natureza

natureza humana

paisagens

paleontologia

partidos políticos

patologia ideológica

pátria

pintura

planeta terra

pobreza

poesia

politica

regime político

religião

saudade

saúde

segurança social

sentimentos

sexo

sindicatos

sociedade

sonhos

tecnologia

terrorismo

terrorismo de estado

testamento vital

tristeza

união europeia

universo

velhice

vida

violência

xadrez

todas as tags

favoritos

Um fantasma

Arte de furtar

Deus existe? #2

Para onde vou?

Sou um San

O Século xx Português

Pater Famílias

Avesso dos Lusíadas #2

links
últ. comentários
Pensei nele quando tive a oportunidade de ir à Gré...
A fé não se discute, aceita-se.Bom fim-de-semana p...
Visto assim, parece realmente um milagre um bocadi...
Também não conheço mas rezam as crónicas que é mui...
Parece ser muito bonita. Gostava de ir lá um dia.
Que pesadelo!
Eu contentava-me com dia sim, dia não.
Felizes dizia eu.
Bom, bom era todos os dias serem feluzes.
Imagine um dia de felicidade em Alepo Abraço
blogs SAPO
RSS