Conhece-te a ti mesmo... se puderes.
Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2016
Homo sapiens ?

 

 

É conhecida a reputação internacional do neurologista António Damásio com suas pesquisas sobre o cérebro humano: como funciona, as emoções, a tomada de decisões, etc., mas Damásio não descobriu a «substância» do cérebro do homem moderno.

Isso é mérito de anos de pesquisas cientificas que realizei ao longo de muitos anos e que cuja conclusão posso resumir (seria fastidioso editar todos esses trabalhos) da seguinte forma: o cérebro do homem moderno é composto por quatro substâncias em doses iguais (25% cada): a inteligência, a estupidez, a loucura e a corrupção.

Todos nós temos aquela quatro «substâncias» mas o modo como interagem entre si e a predominância de umas sobre outras já é mais difícil de explicar.

Os antropólogos que baptizaram o Homem de Homo Sapiens, Sapiens eram loucos. Bastava reparar na quantidade de asneiras e loucuras que o homem faz para perceber que não pode ser Sapiens duas vezes, sendo duvidoso que seja uma.

Não afirmo, como Vasco Pulido Valente, que Portugal é um manicómio a céu aberto, pois teria de incluir muitos outros países, mas sou forçado a reconhecer que existem muitos loucos em Portugal a governar-nos e que, regra geral, vivem como marajás.

Agora que divulguei a minha teoria científica, já os meus amigos e visitantes podem avaliar a «substância» cerebral dos políticos e saber quantas vezes irão ser enganados.

Também podem avaliar o autor deste blogue mas posso garantir que sou louco inofensivo.

 

 



publicado por pimentaeouro às 22:01
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
posts recentes

Confucio

Sonhar

Zarzuela La Dolores

Pedrogão Grande #2

Opera do malandro #2

Lixo na cabeça

Viver mais

Arte africana

Portugal continuará a ard...

Alterações do clima

arquivos
tags

???

ambição

amizade

amor

animais

antropologia

armas

arquitectura

arte

arte biografias

astronomia

ballet

biografias

biologia

blogues

café curto

carttons

ciência

cinema

civilização

clima

comunicação social

corrupção

criminosos

crise financeira

demagogia

demência

demografia

descobrimentos

desemprego

destino

diversos

doenças

dor

economia

eleiçoes

ensino

escravatura

escultura

estado

estupidez

eternidade

ética

eu

eutanásia

evolução

família

filosofia

fogos florestais

futebol

genocídio

governo

greves

guerra

história

incendios florestais

inquisição

internacional

justiça

literatura

livros

memória

miséria

morte

mulher

mulheres célebres

musica

natureza

natureza humana

paisagens

paleontologia

partidos políticos

patologia ideológica

pátria

pintura

planeta terra

pobreza

poesia

politica

regime político

religião

saudade

saúde

segurança social

sentimentos

sexo

sindicatos

sociedade

sonhos

tecnologia

terrorismo

terrorismo de estado

testamento vital

tristeza

união europeia

universo

velhice

vida

violência

xadrez

todas as tags

favoritos

Cetim

Um fantasma

Arte de furtar

Deus existe? #2

Para onde vou?

Sou um San

O Século xx Português

Pater Famílias

Avesso dos Lusíadas #2

links
últ. comentários
Pois não correu nada bem e morreram vidas sem nece...
Amigo João,Envelhecer não significa viver com meno...
O corte errado da estrada é factual e causou 70% d...
Infelizmente uma triste realidade ...Compartilho e...
http://expresso.sapo.pt/dossies/diario/2017-06-23-...
Será que somos detentores de toda a informação vei...
Há erros irremediáveis...
Existem alguns mitos acerca da velhice que não têm...
Aí está, mais anos de vida não significa continua...
blogs SAPO
RSS