Conhece-te a ti mesmo... se puderes.
Segunda-feira, 21 de Novembro de 2016
Super China

 

 

Espera-se que, em 2.025, a China conte com duzentas e dezanove cidades com mais de um milhão de habitantes, em comparação com trinta e cinco na Europa. O crescimento do país afectou quase todo o planeta. A China está a empanturrar-se com minerais e terras em África, na Mongólia, na América Latina e na Austrália.

O seu fabrico a baixo custo proporcionou ao Ocidente uma enxurrada de artigos baratos que ajudaram a destruir aí os negócios industriais. Em consequência, dispõe de um enorme baú com divisas estrangeiras que, como nota o escritor Jonathan Fenby «podiam comprar toda a dívida soberana da Itália, Portugal, Irlanda, Grécia e Espanha nos seus montantes de 2.011, mais a Google, a Apple, a IBM e a Microsoft.

 

Andrew Marr, História do Mundo



publicado por pimentaeouro às 11:59
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
posts recentes

O crime compensa

António Gedão

Natália Correia

Contos do Gin-Tonic

A vida sem sentido

A doença senil

Portugal envelhece

Era perigoso pensar

Tratam-nos da saúde

Mais do que provável

arquivos
tags

???

ambição

amizade

amor

animais

antropologia

armas

arquitectura

arte

arte biografias

astronomia

ballet

biografias

biologia

blogues

café curto

carttons

ciência

cinema

civilização

clima

comunicação social

corrupção

criminosos

crise financeira

demagogia

demência

demografia

descobrimentos

desemprego

destino

diversos

doenças

dor

economia

eleiçoes

ensaio

ensino

escravatura

escultura

estado

estupidez

eternidade

ética

eu

eutanásia

evolução

família

férias

filosofia

futebol

genocídio

governo

greves

guerra

história

inquisição

internacional

justiça

literatura

livros

memória

miséria

morte

mulher

mulheres célebres

musica

natureza

natureza humana

paisagens

paleontologia

partidos políticos

patologia ideológica

pátria

pintura

planeta terra

pobreza

poesia

politica

regime político

religião

saudade

saúde

segurança social

sentimentos

sexo

sindicatos

sociedade

sonhos

tecnologia

terrorismo

terrorismo de estado

testamento vital

tristeza

união europeia

universo

velhice

vida

violência

xadrez

todas as tags

favoritos

Um fantasma

Arte de furtar

Deus existe? #2

Para onde vou?

Sou um San

O Século xx Português

Pater Famílias

Avesso dos Lusíadas #2

links
últ. comentários
Vamos admitir que ele é mesmo culpado face à sente...
Pesadelo com os milhões que tem para gastar?
Mas, mesmo em liberdade, não estará a viver um pe...
Por enquanto s+e se vêm nuvens...Um abraço.
A evolução da natureza é cega, não muda para melho...
Talvez ainda vá dar para que isto mude...por exemp...
Ainda assim, acho que poderemos estar a melhorar, ...
Apesar da nossa insignificância e de não saber qua...
Acho que este livro tenho (ao contrário de O Cisne...
blogs SAPO
RSS