Conhece-te a ti mesmo... se puderes.

Quinta-feira, 5 de Janeiro de 2017
Óptimo começo de ano #2

Soma e segue

Seguradora japonesa substitui funcionários por inteligência artificial

Mais de 30 funcionários da agência de seguros Fukoku foram despedidos. Robôs têm a capacidade de calcular as indemnizações a pagar.

O futuro em que as máquinas irão substituir os humanos chegará já em março à agência de seguros japonesa Fukoku, que irá dispensar 34 funcionários cujo trabalho passará "a ser redundante" após a instalação de um sistema de inteligência artificial (IA) que ocorrerá no próximo mês.

A Fukoku prevê aumentar a sua produtividade em 30% e conseguir o retorno do investimento do sistema de IA em menos de dois anos.



publicado por pimentaeouro às 20:21
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Segunda-feira, 2 de Janeiro de 2017
Óptimo começo de ano

 Resultado de imagem para robos


 Foxconn planeja substituir quase todos os seus trabalhadores por robôs


 Foxconn, a gigante de fabricação da Apple’s e outras companhias de eletrônica, planeja automatizar a grande maioria dos seus empregados, de acordo com uma reportagem do DigiTimes. O gestor da empresa, Dai Jia-peng, diz que já está em curso um plano de 3 fases para automatizar as suas fábricas, usando software e unidades robóticas conhecidas como Foxbots.



publicado por pimentaeouro às 11:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2016
O progresso no seu melhor

A "4ª revolução industrial" vai destruir 5 milhões de empregos

Sem uma atuação urgente "os governos vão enfrentar um desemprego crescente constante e desigualdades", segundo um estudo do World Economic Forum

A quarta revolução industrial, que implicará a perda de cinco milhões de empregos nos próximos cinco anos nas principais economias mundiais, vai ser o tema principal do Fórum do World Economic Forum (WEF) que começa esta quarta-feira em Davos, Suíça.

Além da perda de cinco milhões de empregos nos próximos cinco anos em todo o mundo, a quarta revolução industrial provocará "grandes perturbações não só no modelo dos negócios, mas também no mercado de trabalho nos próximos cinco anos", indica um estudo do WEF, que organiza o Fórum de Davos.

Depois da primeira revolução (com o aparecimento da máquina a vapor, da segunda (eletricidade, cadeia de montagem) e da terceira (eletrónica, robótica), surge a quarta revolução industrial que combinará numerosos fatores como a internet dos objetos ou a "big data' para transformar a economia.

"Sem uma atuação urgente e focada a partir de agora para gerir esta transição a médio prazo e criar uma mão-de-obra com competências para o futuro, os governos vão enfrentar um desemprego crescente constante e desigualdades", alerta o presidente e fundador do WEF, Klaus Schwab, citado num comunicado.



publicado por pimentaeouro às 10:44
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013
Sorria se... puder

 

 

No seu relatório anual sobre as tendências mundiais do emprego, publicado em Genebra, a OIT estima que, "apesar de uma recuperação moderada do crescimento da produção" esperada para este ano e para o próximo, "a taxa de desemprego deverá aumentar de novo e o número de desempregados no mundo crescer 5,1 milhões em 2013, e ultrapassar os 202 milhões, e mais três milhões em 2014".

Em 2012, o desemprego tornou a subir "deixando 197 milhões de pessoas sem emprego", o que representa mais quatro milhões do que no ano anterior.

Durante uma conferência de imprensa, o diretor-geral da OIT, Guy Ryder, deplorou "a deterioração da situação do desemprego em todo o mundo", para mais estimando que as perspetivas "não são boas", uma vez que "as tendências vão na má direção".  
  
Ryder acusou "as incoerências políticas, em particular na Zona Euro, com uma abordagem dos problemas na base do caso a caso", responsabilizando-as pelas repercussões negativas nas decisões de investimento, o que diminuiu o crescimento de emprego. Por outro lado, quando foram criados empregos ficaram inacessíveis aos  desempregados de longa duração, "porque exigem competências que não têm". 

Também os jovens são particularmente afetados pelo desemprego. A OIT adianta que "73,8 milhões de jovens estão desempregados no mundo e a diminuição da atividade económica provavelmente colocar mais meio milhão no desemprego até 2014".  

A OIT salienta ainda que a crise fez aparecer um novo fenómeno, o dos jovens desempregados de longa duração, relativo aos jovens que ficam desempregados "assim que chegam ao mercado de trabalho", uma situação que diz ser inédita. 

Hoje, nas economias desenvolvidas, 35 por cento dos jovens desempregados estão sem emprego há pelo menos seis meses, o que compara com 28,5 por cento em 2007. Perante esta situação, há cada vez mais jovens a sair do mercado de trabalho, o que faz com não estejam "nem no trabalho, nem no desemprego, nem na escola, nem em formação".



Ler mais: http://visao.sapo.pt/desemprego-no-mundo-vai-atingir-um-nivel-inedito-de-202-milhoes-em-2013=f707924#ixzz2IjgepznE



publicado por pimentaeouro às 20:02
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
posts recentes

Óptimo começo de ano #2

Óptimo começo de ano

O progresso no seu melhor

Sorria se... puder

arquivos
tags

???

ambição

amizade

amor

animais

antropologia

armas

arquitectura

arte

arte biografias

astronomia

ballet

biografias

biologia

blogues

café curto

carttons

ciência

cinema

civilização

clima

comunicação social

corrupção

criminosos

crise financeira

demagogia

demência

demografia

descobrimentos

desemprego

destino

diversos

doenças

dor

economia

eleiçoes

ensaio

ensino

escravatura

escultura

estado

estupidez

eternidade

ética

eu

eutanásia

evolução

família

filosofia

futebol

genocídio

governo

greves

guerra

história

incendios florestais

inquisição

internacional

justiça

literatura

livros

memória

miséria

morte

mulher

mulheres célebres

musica

natureza

natureza humana

paisagens

paleontologia

partidos políticos

patologia ideológica

pátria

pintura

planeta terra

pobreza

poesia

politica

regime político

religião

saudade

saúde

segurança social

sentimentos

sexo

sindicatos

sociedade

sonhos

tecnologia

terrorismo

terrorismo de estado

testamento vital

tristeza

união europeia

universo

velhice

vida

violência

xadrez

todas as tags

favoritos

Só verão

Rouxinol

Tormenta

Razão

Fogueira

Um fantasma

Arte de furtar

Deus existe? #2

Para onde vou?

Sou um San

links
últ. comentários
Nada podemos fazer para os salvar de uma catástrof...
E ler isto, faz-me pensar que ainda bem que já cá ...
Quando era jovem assisti a cenas dramáticas na Naz...
Acabei de ler e publicar sobre "uma fenda na mural...
e ele coitado deve estar a achar isso uma chatice
Não tinha essa noção! É pena quando nem na velhice...
Obrigado.
As chamadas consultas da dor apenas tratam dores d...
Obrigado.
Obrigado.
blogs SAPO
RSS