Conhece-te a ti mesmo... se puderes.

Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016
Filhos de Eva

Resultado de imagem para idade do ferro guerreiros

 

Por essa altura, já os descendentes de Eva haviam lançado os fundamentos do mundo moderno. A maior parte do árduo trabalho preliminar fora feito ao longo de 50.000 anos por gente cujos mones nunca saberemos e de que até quase todas as linguagem continuam a ser um mistério.

Fizeram campo aberto de florestas, inventaram a agricultura (mulheres ?) ergueram primeiras cidades e progrediram quanto bastasse no conhecimento para utilizarem a matemática e escrita, preservando assim os seus nomes e histórias.

Iniciaram também o desenvolvimento de um sistema de classes e de elites combatentes. Tinham inventado a guerra.

 

Andrew Marrr, História do Mundo

 

 



publicado por pimentaeouro às 22:11
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016
Çatalhuyuk

Resultado de imagem para Çatalhuyuk

 

Çatalhuyuk não tinha ruas, praças ou edificios públicos. Os residentes na sua colmeia de casas através de aberturas nos telhados, com escadas para descer.

Temos de supor que socializavam nos telhados que, unidos entre eles teriam constituindo um espaço amplo, seguro e plano para trabalhos artesanais ou para se reunirem e conversarem.

Havia riqueza excedentária suficiente para pinturas cerâmica e tecelagem, além de uma boa dieta: mas não havia que chegasse para espadas ou impostos. Sorte deles.

Esta «cidade» existiu há cerca de 7 mil ou 6 mil anos, ainda a escrita não tinha sido inventada.

Hoje, podemos invejar a vida dos seus habitantes: paradoxalmente viviam melhor do que nós, os automóveis e outras invenções não lhes faziam falta nenhuma...

 

Andraew Marrr, História do Mundo



publicado por pimentaeouro às 18:54
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 18 de Agosto de 2015
A vida, sucessão de acasos

Resultado de imagem para fauna del triasico 

 

A ideia de que a evolução caminha em linha recta, rumo a uma qualquer finalidade superior não tem qualquer fundamento: na natureza o que acontece é exactamente o oposto.

A vida no planeta decorre numa sucessão de acasos: grandes extinções – a extinção dos dinossáurios, um pequeno episódio, deixou campo aberto para os mamíferos, pequenos animais nocturnos das quais descendemos, - seguidas de novos recomeços sem nexo com o passado. As espécies que sobrevivem, por qualquer acaso, retomam o seu caminho sem saber para onde vão: nós também não sabemos.



publicado por pimentaeouro às 18:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quinta-feira, 5 de Dezembro de 2013
O nosso tetra avo

 

 

Os cinodontes apresentavam vários traços mamalianos, nomeadamente a fossa temporal aumentada, o número de ossos que forma a parte superior do crânio reduzido, diferenciação do palato secundário e dentes mais complexos e especializados.

No início do Triássico, os cinodontes constituíam grande parte da paleofauna em quase todos os continentes.

Estes mamíferos primitivos que apareceram no Triássico, embora ecologicamente insignificantes, foram muito importantes para a evolução da vida, pois foi durante o final do Jurássico e início do Cretácico que estes animais estabeleceram as características básicas mamíferas que estiveram na base da grande variedade de formas de mamíferos que viveram durante o Cenozóico.


Do blogue Origem da vida


Não eram amfibios, não eram reptéis e ainda não eram mamiferos mas foi a partir deles que sugiram os mamiferos. Os dissauros ainda tinham de esperar muito tempo para aparecer.



publicado por pimentaeouro às 13:47
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
posts recentes

Filhos de Eva

Çatalhuyuk

A vida, sucessão de acaso...

O nosso tetra avo

arquivos
tags

???

ambição

amizade

amor

animais

antropologia

armas

arquitectura

arte

arte biografias

astronomia

ballet

biografias

biologia

blogues

café curto

carttons

ciência

cinema

civilização

clima

comunicação social

corrupção

criminosos

crise financeira

demagogia

demência

demografia

descobrimentos

desemprego

destino

diversos

doenças

dor

economia

eleiçoes

ensaio

ensino

escravatura

escultura

estado

estupidez

eternidade

ética

eu

eutanásia

evolução

família

filosofia

futebol

genocídio

governo

greves

guerra

história

incendios florestais

inquisição

internacional

justiça

literatura

livros

memória

miséria

morte

mulher

mulheres célebres

musica

natureza

natureza humana

paisagens

paleontologia

partidos políticos

patologia ideológica

pátria

pintura

planeta terra

pobreza

poesia

politica

regime político

religião

saudade

saúde

segurança social

sentimentos

sexo

sindicatos

sociedade

sonhos

tecnologia

terrorismo

terrorismo de estado

testamento vital

tristeza

união europeia

universo

velhice

vida

violência

xadrez

todas as tags

favoritos

É xenofobia sim.

Um fantasma

Arte de furtar

Deus existe? #2

Para onde vou?

Sou um San

O Século xx Português

Pater Famílias

Avesso dos Lusíadas #2

links
últ. comentários
Sabia da estratégia do contar das histórias, mas n...
Que seja um bom dia.
Pertence à literatura medieval alemã. Frades liber...
Que maravilha para começar o dia!!!
Teve a sorte de ter uma boa professora e declamado...
Gosto muito deste poema.Tive a sorte de no 10º e n...
Já os vi na televisão e em sonhos :)
Mas teve o trabalho de pesquisa ;)
blogs SAPO
RSS