6 comentários:
De Carlos a 8 de Junho de 2013 às 15:00
Pode ser que surja um tratamento entretanto, não?
Abraço e as melhoras.
Bom fim de semana.


De pimentaeouro a 9 de Junho de 2013 às 13:19
Existe pouca investigação sobre o circuito da dor e da investigação até à farmácia leva uns anos.


De Annallegra a 9 de Junho de 2013 às 04:23

Minha irmã sofria com fibromialgia: Uma síndrome dolorosa não-inflamatória, caracterizada por dores musculares difusas, fadiga, distúrbios de sono, parestesias, edema subjetivo, distúrbios cognitivos e dor em pontos específicos sob pressão (Wikipédia)... Também não existia tratamento: ( Graças a Deus ela está controlando a dor com recursos fitoterápicos. Abçs!

AnnaImage
 
 


De pimentaeouro a 9 de Junho de 2013 às 13:25
A dor neuropática crónica, no caso da minha mulher, é nos nervos transmissores do estimulo externo, andar.
Náo é de origem muscular e não tem tratamento específico.
Obrigado pela preocupação.
Cumprimentos.


De golimix a 9 de Junho de 2013 às 16:23
Será que não existe mesmo? Ou só existirá no privado e para quem pode pagar?



Lutar. Lutar e lutar..... a palavra de ordem para quem tem dor. E com a dor num certo nível da escala tem dias que se parece luar contra a vida....


Image


De pimentaeouro a 10 de Junho de 2013 às 22:10
As consultas da dor no privado são só para ricos.
A minha mulher é uma lutadora e tem lutado de uma forma muito corajosa e pertinaz contra a dor mas a doença têm-se agravado progressivamente.
Está no limite da resistência e também afectada pela medicação que toma.
Encara a hipótese de experimentar uma cadeira de rodas.
Não sofro como ela sofre mas ver sofrer diariamente dá um grande desgaste.
Obrigado pela preocupação e um abraço.


Comentar post