2 comentários:
De redonda a 25 de Fevereiro de 2018 às 01:08
Um dos meus escritores preferidos - tive a sorte de ter vários livros dele em casa dos meus pais e comecei a lê-lo com onze anos, Gabriela Cravo E Canela, D. Flor e seus dois maridos, Suor, O País do Carnaval e depois fui conseguindo arranjar outros dos seus livros como Tieta do Agreste, Tocaia Grande, e Teresa Baptista Cansada da Guerra. Na altura também li livros do Erico Veríssimo como a trilogia O Tempo e o Vento, Clarissa, Caminhos Cruzados, Olhai os Lírios do Campo e comecei a sonhar que um dia gostava de ir ao Brasil (ainda não sucedeu, só em sonhos)
um beijinho e bom Domingo


De pimentaeouro a 27 de Fevereiro de 2018 às 11:43
Li Jorge Amado quando estava proibido por Salazar.
Um livreiro perto do Parques de Pombal vendia os livros por baixo do balcão.


Comentar post