Conhece-te a ti mesmo... se puderes.
Sábado, 1 de Dezembro de 2012
Greve dos estivadores

É a greve mais prolongada que alguma vez foi feita em Portugal ( desde Agosto), não há memória de nada assim. Como os estivadores precisam de subsistir como qualquer outra pessoa, quem paga os dias de greve?


tags:

publicado por pimentaeouro às 00:13
link do post | comentar | favorito

11 comentários:
De DyDa/Flordeliz a 1 de Dezembro de 2012 às 10:44
Seremos?...
NÓS?!!!!

É que só pode!

BFDS


De pimentaeouro a 1 de Dezembro de 2012 às 22:16
Deve ser um imposto «indirecto» que vai par um saco azul.
Beijinho
Image




De golimix a 1 de Dezembro de 2012 às 12:13
Ora aí está uma pertinente questão!!

Bom fim de semanaImage


De pimentaeouro a 1 de Dezembro de 2012 às 22:13
Pois!!!... Há-de ser alguém.
Abraço.
Image


De RAA a 2 de Dezembro de 2012 às 02:10
Eles estão em greve apenas às horas extraordinárias.
Cumprimentos.


De pimentaeouro a 2 de Dezembro de 2012 às 19:20
É verdade mas as horas extraordinárias .são normais.
É um mundo muito complicado com muitas sombras.


De eu ando às voltas a 2 de Dezembro de 2012 às 10:24
Há aqui uma má informação por parte da comunicação social. Os estivadores durantes anos trabalharam sempre após do horário de trabalho, fazendo turnos após os turnos deles, conseguindo assim ter uma maior rendimento. A greve que eles estão a fazer é de simplesmente, tirando alguns dias em que é o dia todo, como aconteceu no dia 14/11 e a 27/11, é de só fazerem o turno respectivo, fazendo assim 8 horas de trabalho diário. Como acontece em muitas empresas ao longo destes anos, trabalhadores têm ido para a reforma, contratos caducados e esses trabalhadores não têm sido substituídos, levando a esta sobrecarga e não prolongando o horários de trabalho os portos não conseguem dar vazão ao trabalho por falta de mão de obra.


De pimentaeouro a 2 de Dezembro de 2012 às 15:31
Tem razão no que diz respeito à deficiente informação da comunicação social.
As relações laborais dos estivadores são muito complexas e às vezes lutam contra os seus próprios interesses: o trabalho extraordinário é encarado como um direito adquirido e parte integrante da remuneração.
A prazo surge a falta de mão de obra no sector.
Mantenho a interrogação sobre quem paga os dias de greve.  


De eu ando às voltas a 2 de Dezembro de 2012 às 21:05
Se eles só estão a fazer greve ao trabalho extraordinário, logo estarão a receber o salário por completo correspondente às 8 horas diárias. Sim, estarão a levar um rombo no orçamento mensal, pois tais horas extra não serão abonadas, mas recebem sempre o ordenado mensal.
Claro que toda a situação de falta de mão de obra tem culpa de ambas partes, pois será mais barato pagar as horas extras que colocar mais trabalhadores, e é sempre uma boa ajuda a quem precisa e recebe por esse trabalho, até ao dia que a corda rebenta.


De pimentaeouro a 6 de Dezembro de 2012 às 20:50
No que se refere a docas e estivadores não ponho as mãos no fogo por nada.
É um mundo de sombras muito opacas.
É claro que não tem a dimensão nem a violência de "Há lodo no cais" mas tem muita coisa, como direi, difícil de entender.
Cumprimentos.


De eu ando às voltas a 6 de Dezembro de 2012 às 21:02
É claro que quem lá trabalha são pessoas com uma vivencia mais dura, mas isso não tira a justiça da luta deles.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
posts recentes

...

Adriano

Não estamos sós

J 0023

Relogio do Apocalipse

anoma qualquer coisa

Delfos

Evolução ?

3.800 milhões de anos

Xerazade

arquivos
tags

???

ambição

amizade

amor

animais

antropologia

armas

arquitectura

arte

arte biografias

astronomia

ballet

biografias

biologia

blogues

café curto

carttons

ciência

cinema

civilização

clima

corrupção

criminosos

crise financeira

demagogia

demência

demografia

descobrimentos

desemprego

destino

diversos

doenças

dor

economia

eleiçoes

ensino

escravatura

escultura

estado

estupidez

eternidade

ética

eu

eutanásia

evolução

família

filosofia

futebol

genocídio

governo

greves

guerra

história

incendios florestais

inquisição

internacional

justiça

literatura

livros

memória

miséria

mitologia

morte

mulher

mulheres célebres

musica

natureza

natureza humana

paisagens

paleontologia

partidos políticos

patologia ideológica

pátria

pintura

planeta terra

pobreza

poesia

politica

regime político

religião

saudade

saúde

segurança social

sentimentos

sexo

sindicatos

sociedade

sofrimento

sonhos

tecnologia

terrorismo

terrorismo de estado

testamento vital

tristeza

união europeia

universo

velhice

vida

violência

xadrez

todas as tags

favoritos

Anjo

Enamorados

Sonhar

Podem...

Voz da alma

Mentira

Escrever

À luz da lua

Meu amor

Dilemas

links
últ. comentários
Já receava que fosse essa a razão para ter deixado...
Caros bloguers,Encontrei este blog há dias por aca...
Já não era sem tempo!!!
E para quando um novo post por aqui?Tenho sentido ...
Gostei
Igualmente para si e sua família com muitas amend...
E hoje estou a passar por aqui para desejar uma Bo...
Por vezes mais vale consolidar o que já se tem em ...
Felizmente ou não, não estaremos cá para ver.
blogs SAPO
RSS