2 comentários:
De Ametista a 27 de Novembro de 2017 às 01:06
Como pode um episódio tão doce ter um final tão dramático...?
A vida é mesmo ingrata... ou o destino cruel.
Quem dera chegar à sua idade e manter essa lucidez bem como a escrita...
Aquele abraço, amigo João


De pimentaeouro a 27 de Novembro de 2017 às 22:11
O acaso é o grande fazedor de vidas, dramas, felicidades, etc.
O nosso livre arbítrio é mais limitado do que pensamos.
A minha escrita?? Como fiz tudo em contra corrente quando resolvi escrever já era um pouco tarde. Foi como mais vale tarde do que nunca.
Agora o que me importa é a lucidez, quanto aos anos de vida já estou preparado para partir e ir habitar numa nuvem distante... se não for pedir muito.


Comentar post