Conhece-te a ti mesmo... se puderes.
Sexta-feira, 26 de Junho de 2015
Ídolo com pés de barro

 

Foi um destacado militante do PCP com a dupla auréola da clandestinidade e do comportamento exemplar na prisão, entenda-se que não delatou, regra sagrada para o partido. A sua mulher, também militante do partido, vivia na clandestinidade, estava igualmente presa e torturada, também não delatou.

Muitos falaram, confessaram, e foram ostracizados politicamente.

Com o 25 de Abril, os arquivos da PIDE foram devassados, assaltados – os partidos de esquerda queriam conhecer o «currículo» prisional dos seus militantes, embora nenhum tivesse o julgamento severo como o PCP.

O nosso herói tinha ambições políticas e aspirava a cargos importantes na hierarquia do partido, estava bem lançado, eis senão, quando a bomba deflagrou: tinha delatado na prisão! Um escândalo dentro do partido, ninguém imaginava semelhante coisa.

Apesar das provas evidentes, nunca assumio a «fraqueza» , se a palavra pode ser utilizada, porque resistir à tortura não era para todos.   Levou a arrogância ao ponto de não ter confessado à mulher o sucedido e esta ficou tão abismada como os outros membros do partido.

A ruptura do casamento esteve eminente mas a mulher numa atitude de grande dignidade, perdoou-lhe a falta.

Seguiu-se a inevitável travessia do deserto, que para os padrões do partido, foi suave. Lentamente, começou a construir o culto da personalidade, à imagem e semelhança de  Álvaro Cunhal!

Regressou à terra natal e continuou com o mesmo comportamento; para os seus conterrâneos era um herói, com honras de página no jornal da terra. A mulher, como  até aí, continuou na sombra apesar ser a heroína desta história.

Fui amigo de ambos embora nunca tivesse embarcado na lenda.

 



publicado por pimentaeouro às 23:59
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
posts recentes

...

Adriano

Não estamos sós

J 0023

Relogio do Apocalipse

anoma qualquer coisa

Delfos

Evolução ?

3.800 milhões de anos

Xerazade

arquivos
tags

???

ambição

amizade

amor

animais

antropologia

armas

arquitectura

arte

arte biografias

astronomia

ballet

biografias

biologia

blogues

café curto

carttons

ciência

cinema

civilização

clima

corrupção

criminosos

crise financeira

demagogia

demência

demografia

descobrimentos

desemprego

destino

diversos

doenças

dor

economia

eleiçoes

ensino

escravatura

escultura

estado

estupidez

eternidade

ética

eu

eutanásia

evolução

família

filosofia

futebol

genocídio

governo

greves

guerra

história

incendios florestais

inquisição

internacional

justiça

literatura

livros

memória

miséria

mitologia

morte

mulher

mulheres célebres

musica

natureza

natureza humana

paisagens

paleontologia

partidos políticos

patologia ideológica

pátria

pintura

planeta terra

pobreza

poesia

politica

regime político

religião

saudade

saúde

segurança social

sentimentos

sexo

sindicatos

sociedade

sofrimento

sonhos

tecnologia

terrorismo

terrorismo de estado

testamento vital

tristeza

união europeia

universo

velhice

vida

violência

xadrez

todas as tags

favoritos

Anjo

Enamorados

Sonhar

Podem...

Voz da alma

Mentira

Escrever

À luz da lua

Meu amor

Dilemas

links
últ. comentários
Já receava que fosse essa a razão para ter deixado...
Caros bloguers,Encontrei este blog há dias por aca...
Já não era sem tempo!!!
E para quando um novo post por aqui?Tenho sentido ...
Gostei
Igualmente para si e sua família com muitas amend...
E hoje estou a passar por aqui para desejar uma Bo...
Por vezes mais vale consolidar o que já se tem em ...
Felizmente ou não, não estaremos cá para ver.
blogs SAPO
RSS