5 comentários:
De Ametista a 29 de Dezembro de 2017 às 23:39
Os e-books ou os livros digitais estão a acabar com a verdadeira leitura. Eu não consigo ler um livro sem tê-lo na mão e folheá-lo, sem sentir o cheiro do papel... Enfim, tudo o que é belo vai acabando aos poucos. Qualquer dia, nada temos de valioso... é a ganância do homem, que fazer...?
Um grande abraço para si, amigo João, com votos de um ano de 2018 com saúde, paz e esperança


De pimentaeouro a 31 de Dezembro de 2017 às 19:01
O novo e o velho irão coabitar durante muitos anos, espero.
Trabalhei durante vários anos numa distribuidora de livros e fiquei com o seu «aroma» impegranado.
Os livros ebook já não são para mim, estou velho para essas «modernices».
Quanto à sua leitura são coisas diferentes, o livro em papel convida à reflexão, o ebook é o instantâneo que passa.
Desejo-lhe um Bom Ano Novo... o Velho já deu o que tinha a dar.


De redonda a 31 de Dezembro de 2017 às 00:28
Bem, talvez a tiragem média permaneça a mesma, mas sejam muitos mais os livros publicados ainda que cada um o seja com a tiragem média...gosto de ler livros em papel e livros ebook, - há livros a que só tive acesso por existir o ebook, e tenho a ideia que nas novas gerações continua a haver quem "devore" livros


De pimentaeouro a 31 de Dezembro de 2017 às 18:59
O novo e o velho irão coabitar durante muitos anos, espero.
Trabalhei durante vários anos numa distribuidora de livros e fiquei com o seu «aroma» impegranado.
Os livros ebook já não são para mim, estou velho para essas «modernices».
Quanto à sua leitura são coisas diferentes, o livro em papel convida à reflexão, o ebook é o instantâneo que passa.
Desejo-lhe um Bom Ano Novo... o Velho já deu o que tinha a dar.


De redonda a 31 de Dezembro de 2017 às 19:22
Talvez algum dos livros que tenha ajudado a distribuir tenha chegado até mim

Muito obrigada, um Bom Ano

e um beijinho

Gábi


Comentar post