De Quarentona a 5 de Fevereiro de 2014 às 17:03
Não podia estar mais de acordo! Penso que a solução passa por "formatar" as futuras gerações nesse sentido! Eu faço o meu papel, passando bons princípios, respeito pelos outros e meio envolvente e sensibilidade artística, ao meu rebento ;)))
Não querendo gabar-me, o feedback que tenho recebido da parte de quem lida com ele diariamente, é muito positivo e faz-me sentir que estou no caminho certo!
Beijinhos


De pimentaeouro a 5 de Fevereiro de 2014 às 20:06
Parabéns! Desejo  que tenha sucesso na dificil tarefa de transmitir a herança ao seu filho. Com o meio envolvente que existe, esta sociedade decadente, é quase uma arte conseguir ser mãe.
Se faz sentido lutar por qualquer coisa, essa  é ume delas.
Escrevo este comentário comovido;  sou orfão de pais vivos e essa perda, esse burado na alma, nunca é preenchido.
Cumprimentos


De Quarentona a 6 de Fevereiro de 2014 às 08:24
Lutei muito por este filho, perdi 2 bebés antes dele e foi muito complicado tê-lo nos braços... tanto que perdi a coragem de tentar um segundo... mas sim... vale sempre a pena lutar por um filho... lamento muito a sua orfandade, não queria de modo algum comovê-lo...


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres