Conhece-te a ti mesmo... se puderes.
Quarta-feira, 8 de Julho de 2015
Romeo e Julieta

 

 

 

 Não vou falar de crises, da nossa, da grega, do Terceiro, do Quarto, do Quinto Mundo e outras por esse mundo do Demo fora.

Li há uns bons anos Romeu e Julieta e fiquei decepcionado, não estou só, há críticos literários que consideram a obra medíocre. Como explicar a consagração quase unanime do romance? Talvez seja a universalidade do tema. Shakespeare foi basear o drama numa obra do século XII. Desde essa  época remota o drama (lendário?) tem inspirado diversas versões semelhantes, com mais ou menos ingredientes, até hoje. Até Hoje? Parece-me que neste século XXI  o instantâneo e efémero poucos terão lido o livro, ou sequer, terão uma vaga ideia de dois jovens que se amaram.

O século que nos calhou viver não perde tempo com romantismos, vivemos mergulhados em tecnologias alienatórios que nos transformamos em átomos caóticos, precisamente, quando mais precisamos de calor no coração, de afectos , de convívios, de laços que nos unam: não precisamos de longevidade, precisam  de qualidade de vida, de serenidade e paz.

 



publicado por pimentaeouro às 21:06
link do post | comentar | favorito

6 comentários:
De golimix a 8 de Julho de 2015 às 23:07
Nem esse livro nem o "Amor de perdição". Não há Romeus nem Julietas neste tempo! Não há tempo para amar, apenas somente para desejar, curtir, juntar e separar...


De pimentaeouro a 9 de Julho de 2015 às 10:53
Já não há romantismo nem românticos , os românticos são uma espécie extinta. Há javardismo e javardos.


De Maria Alfacinha a 9 de Julho de 2015 às 14:56
Hummm.... não posso dizer que o Romeu e Julieta (ou o Amor de Perdição) me tivessem desiludido. O Amor de Perdição era uma chatice pegada quando fui obrigada a lê-lo na escola. Anos depois já não o achei tão mau. O Romeu e Julieta só o li já era adulta e ainda por cima em inglês e, como estava numa fase muito literária , adorei!
Mas quanto ao tema do Amor, estou com a Golimix


De pimentaeouro a 10 de Julho de 2015 às 22:33
Gostos não se discutem... felizmente.


De Cris a 9 de Julho de 2015 às 17:13
Infelizmente, acho que tenho que concordar consigo e com a golimix...


De pimentaeouro a 10 de Julho de 2015 às 22:30
Os românticos são uma espécie extinta.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
posts recentes

...

Adriano

Não estamos sós

J 0023

Relogio do Apocalipse

anoma qualquer coisa

Delfos

Evolução ?

3.800 milhões de anos

Xerazade

arquivos
tags

???

ambição

amizade

amor

animais

antropologia

armas

arquitectura

arte

arte biografias

astronomia

ballet

biografias

biologia

blogues

café curto

carttons

ciência

cinema

civilização

clima

corrupção

criminosos

crise financeira

demagogia

demência

demografia

descobrimentos

desemprego

destino

diversos

doenças

dor

economia

eleiçoes

ensino

escravatura

escultura

estado

estupidez

eternidade

ética

eu

eutanásia

evolução

família

filosofia

futebol

genocídio

governo

greves

guerra

história

incendios florestais

inquisição

internacional

justiça

literatura

livros

memória

miséria

mitologia

morte

mulher

mulheres célebres

musica

natureza

natureza humana

paisagens

paleontologia

partidos políticos

patologia ideológica

pátria

pintura

planeta terra

pobreza

poesia

politica

regime político

religião

saudade

saúde

segurança social

sentimentos

sexo

sindicatos

sociedade

sofrimento

sonhos

tecnologia

terrorismo

terrorismo de estado

testamento vital

tristeza

união europeia

universo

velhice

vida

violência

xadrez

todas as tags

favoritos

Anjo

Enamorados

Sonhar

Podem...

Voz da alma

Mentira

Escrever

À luz da lua

Meu amor

Dilemas

links
últ. comentários
Já receava que fosse essa a razão para ter deixado...
Caros bloguers,Encontrei este blog há dias por aca...
Já não era sem tempo!!!
E para quando um novo post por aqui?Tenho sentido ...
Gostei
Igualmente para si e sua família com muitas amend...
E hoje estou a passar por aqui para desejar uma Bo...
Por vezes mais vale consolidar o que já se tem em ...
Felizmente ou não, não estaremos cá para ver.
blogs SAPO
RSS